A Trabalho, Educação e Saúde (TES) é uma revista científica em acesso aberto, editada pela Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, da Fundação Oswaldo Cruz.

Consensos e divergências: a capacitação profissional das equipes de saúde da família no Município de São Carlos (SP)

  • Mônica T. S. Matsukura Bernardino
  • Danaé T. N. Conversani
  • Cláudia Maria Bógus
  • Adriana Barbieri Feliciano
  • Mônica T. S. Matsukura Bernardino

    Assistente Técnico de Pesquisa do Núcleo de Investigação em Educação em Saúde, Instituto de Saúde da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo. Mestre em Saúde Pública. <

    Danaé T. N. Conversani

    Pesquisadora do Núcleo de Investigação em Educação em Saúde, Instituto de Saúde da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo. Mestre em Ciências.

    Cláudia Maria Bógus

    Professora da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo. Doutora em Saúde Pública.

    Adriana Barbieri Feliciano

    Administradora Regional de Saúde de Vila Isabel, Secretaria Municipal de Saúde de São Carlos. Doutora em Enfermagem em Saúde Pública.



Resumo

O objetivo deste trabalho consistiu em verificar o caráter das relações entre os membros das equipes de saúde da família e sua forma de atuação, por meio da identificação de temáticas que promovam convergência e divergência entre os profissionais de nível universitário e os de nível médio. Foi desenvolvido um estudo qualitativo, com a aplicação da técnica de grupo focal, para identificar a opinião e a percepção dos profissionais das equipes do PSF sobre os cursos de capacitação de que participaram e sobre as atividades desenvolvidas nas Unidades de Saúde da Família. Foram cinco os temas abordados: capacitação da equipe, responsabilidades na equipe, retaguarda ao PSF, relação com a comunidade e o PSF como modelo assistencial. As temáticas que geraram mais consenso entre os dois grupos, profissionais universitários e profissionais de nível médio, foram: a capacitação da equipe e a retaguarda ao PSF. Os demais temas - responsabilidades na equipe, relação com a comunidade e o PSF como modelo assistencial - geraram divergências. A pesquisa também possibilitou identificar a existência de dificuldades nas relações entre os membros da equipe e de limitações no sentido de uma atuação integrada e interdisciplinar.

Palavras-chave

Programa de Saúde da Família,
recursos humanos em saúde,
capacitação

Download


Métricas

  • Visualizações - 21

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License. Copyright (c) 2022 Fundação Oswaldo Cruz, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)