A Trabalho, Educação e Saúde (TES) é uma revista científica em acesso aberto, editada pela Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, da Fundação Oswaldo Cruz.

Competências gerenciais do enfermeiro nas perspectivas de um curso de graduação de enfermagem e do mercado de trabalho

  • Aida Maris Peres
  • Maria Helena Trench Ciampone
  • Lillian Daisy Gonçalves Wolff
  • Aida Maris Peres

    Professor adjunto da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Curitiba, Brasil. Doutora em Enfermagem pela Universidade de São Paulo (USP).

    Maria Helena Trench Ciampone

    Professora titular da Universidade de São Paulo (USP), São Paulo, Brasil. Doutora em Psicologia Social pela Universidade de São Paulo.

    Lillian Daisy Gonçalves Wolff

    Professor adjunto da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Curitiba, Brasil. Doutora em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).



Resumo

A formação de competências gerenciais do enfermeiro e conteúdos de disciplinas de Administração em Enfermagem motivaram reflexões sobre as relações entre o projeto político-pedagógico de um curso de graduação e o perfil do egresso proposto nas Diretrizes Curriculares Nacionais com o mercado de trabalho de enfermeiros em Curitiba, no Paraná. Na pesquisa descritivo-exploratória e qualitativa, objetivou-se apontar convergências e divergências entre as expectativas identificadas no projeto político-pedagógico e as de gerentes que contratam enfermeiros. As políticas de educação e de saúde no Brasil foram apresentadas como determinantes de modelos de formação e de ensino de Administração, na área de enfermagem. A análise hermenêutico-dialética das competências gerenciais esperadas nos âmbitos do ensino e do mercado de trabalho norteou-se pelos eixos dos determinantes: da dimensão estrutural, que abrangem essas políticas; da dimensão particular, representada pelo mercado de trabalho local e pela instituição de ensino; e da dimensão singular, pertinentes ao âmbito do ensino de Administração em Enfermagem. Os resultados mostram a necessidade de o ensino estreitar relações com o mercado de trabalho, no sentido de ampliar a valorização de competências gerenciais do enfermeiro para além da dimensão técnica, contemplando as dimensões: comunicativas, ética, política e de desenvolvimento da cidadania.

Palavras-chave

enfermagem,
educação,
mercado de trabalho,
administração em enfermagem,
competência profissional

Download


Métricas

  • Visualizações - 34

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License. Copyright (c) 2022 Fundação Oswaldo Cruz, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio