A Trabalho, Educação e Saúde (TES) é uma revista científica em acesso aberto, editada pela Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, da Fundação Oswaldo Cruz.

Educação pelo trabalho para a formação do médico

  • Guilherme Souza Cavalcanti de Albuquerque
  • Ana Áurea Revoredo Torres
  • Bárbara do Nascimento
  • Beatris Mario Martin
  • Diego Fabian Karvat Gracia
  • Juliana Myriam Machado Orlando
  • Rodrigo Pirard Basso
  • Paulo de Oliveira Perna
  • Guilherme Souza Cavalcanti de Albuquerque

    Professor do Departamento de Saúde Comunitária da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Alto da Glória, Curitiba, Paraná, Brasil. Doutor em Educação pela Universidade Federal do Paraná (UFPR)

    Ana Áurea Revoredo Torres

    Membro do Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva da Universidade Federal do Paraná (NESC/UFPR), Alto da Glória, Curitiba, Paraná, Brasil. Graduanda em Medicina pela Universidade Federal do Paraná (UFPR).

    Bárbara do Nascimento

    Médica. Pesquisadora do Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva da Universidade Federal do Paraná (NESC/UFPR), Alto da Glória, Curitiba, Paraná, Brasil

    Beatris Mario Martin

    Médica. Pesquisadora do Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva da Universidade Federal do Paraná (NESC/UFPR), Alto da Glória, Curitiba, Paraná, Brasil.

    Diego Fabian Karvat Gracia

    Médico. Pesquisador do Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva da Universidade Federal do Paraná (NESC/UFPR), Alto da Glória, Curitiba, Paraná, Brasil.

    Juliana Myriam Machado Orlando

    Membro do Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva da Universidade Federal do Paraná (NESC/UFPR), Alto da Glória, Curitiba, Paraná, Brasil. Graduanda em Medicina pela Universidade Federal do Paraná (UFPR).

    Rodrigo Pirard Basso

    Médico. Pesquisador do Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva da Universidade Federal do Paraná (NESC/UFPR), Alto da Glória, Curitiba, Paraná, Brasil.

    Paulo de Oliveira Perna

    Professor do Departamento de Enfermagem da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Doutorando em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC



Resumo

O Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde (PET-Saúde) visa qualificar a força de trabalho para o Sistema Único de Saúde. O presente estudo foi desenvolvido com o objetivo de avaliar a contribuição de três experiências do PET-Saúde para a formação médica. Com base no materialismo históricodialético, buscou-se compreender a inserção do PET-Saúde na educação médica como fenômeno social subordinado às condições históricas de produção econômica. Os dados foram colhidos de relatos dos estudantes, tutores, preceptores e coordenadores de três grupos do PET-Saúde de duas universidades de Curitiba, por meio de entrevistas e grupos focais. Concluiuse que, em dois grupos, as experiências vivenciadas contribuíram para a formação de trabalhadores flexíveis, efetivos na aplicação da tecnologia para a solução dos problemas nos limites impostos pela ordem vigente. No terceiro grupo, a experiência contribuiu para a formação de sujeitos críticos, capazes de questionar os limites impostos pelo Estado e pela sociedade à plena realização da vida.

Palavras-chave

formação médica,
PET-Saúde,
educação pelo trabalho

Download


Métricas

  • Visualizações - 24

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License. Copyright (c) 2022 Fundação Oswaldo Cruz, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)