A Trabalho, Educação e Saúde (TES) é uma revista científica em acesso aberto, editada pela Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, da Fundação Oswaldo Cruz.

As bases neurobiológicas da aprendizagem no contexto da investigação temática freiriana

  • Diana Paula Salomão de Freitas
  • Cezar Soares Motta
  • Pâmela Billig Mello-Carpes
  • Diana Paula Salomão de Freitas

    Universidade Federal do Pampa, Uruguaiana, Rio Grande do Sul, Brasil. Doutoranda em Educação em Ciências na Universidade Federal do Rio Grande

    Cezar Soares Motta

    Universidade Federal do Rio Grande, Rio Grande, Rio Grande do Sul, Brasil. Mestrando em Educação em Ciências da Universidade Federal do Rio Grande

    Pâmela Billig Mello-Carpes

    Universidade Federal do Pampa, Uruguaiana, Rio Grande do Sul, Brasil. Pós-doutorado em Neurofisiologia pela Katholieke Universiteit Leuven (Bélgica) e doutorado em Fisiologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul



Resumo

No artigo, defendemos o argumento de que a investigação temática proposta por Freire, ao estreitar a relação conteúdo-cotidiano, favorece a reconstrução do conhecimento, tendo como base as memórias sociais e culturais. Essas memórias, transformadas em estímulos emocionalmente competentes, propiciam uma ação docente que oportuniza a ampliação de saberes e engramas e, consequentemente, capacita os aprendentes para a transformação da realidade. Para tanto, apresentamos as ideias freirianas sobre a necessidade ontológica dos humanos de desenvolverem a consciência crítica acerca de suas situações existenciais, com base na investigação temática. Nesse processo, o que se almeja é a percepção existencial dos sujeitos, de modo que, tomando distância da situação em que se encontram, possam elaborá-la como uma imagem, quadro ou slide, sobre o qual se pode problematizar, discutir e contestar para transformar. Na sequência dessa atitude educativa, discutimos as bases neurobiológicas, ou seja, como o cérebro interpreta, compreende e apreende as informações dos contextos investigados e apresentamos alguns entendimentos sobre estímulos emocionalmente competentes e o processo de aprendizagem.

Palavras-chave

Educação,
Paulo Freire,
Estímulos emocionalmente competentes,
Neurociências

Download


Métricas

  • Visualizações - 129

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License. Copyright (c) 2022 Fundação Oswaldo Cruz, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio