A Trabalho, Educação e Saúde (TES) é uma revista científica em acesso aberto, editada pela Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, da Fundação Oswaldo Cruz.

Trabalho e saúde de docentes de universidade pública: o ponto de vista sindical



Resumo

O estudo que deu origem a este artigo teve como objetivo conhecer o trabalho e a saúde de docentes de universidades públicas do ponto de vista sindical. Para tal, realizou-se pesquisa de cunho qualitativo com a participação dos membros da direção regional do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior do Rio de Janeiro. Realizaram-se entrevistas individuais com perguntas abertas em um roteiro semiestruturado de questões. No que tange à análise dos materiais das entrevistas, utilizou-se a técnica de análise de conteúdo, mais específicamente a análise temática, tendo sido identificados cinco eixos empíricos de discussão: mudanças do papel da universidade e a relação com o modelo de Estado; precarização do trabalho em universidades públicas; intensificação do trabalho docente e produtividade acadêmica; ação sindical e saúde do trabalhador; e mudanças necessárias no trabalho docente. Constatou-se uma concepção de saúde, do ponto de vista sindical, que pode ser interpretada como movimento permanente de emancipação coletiva, afastando-se das acepções centradas nos indivíduos e em abordagens estritamente biomédicas. Trata-se de uma concepção dialética de saúde que compreende a vida e o trabalho como processo, em permanente transformação na história.

Palavras-chave

condições de trabalho; educação superior; saúde do trabalhador; docentes; sindicatos,
condições de trabalho,
educação superior,
saúde do trabalhador,
docentes,
sindicato

Download


Métricas

  • Visualizações - 127

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License. Copyright (c) 2022 Fundação Oswaldo Cruz, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)