A Trabalho, Educação e Saúde (TES) é uma revista científica em acesso aberto, editada pela Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, da Fundação Oswaldo Cruz.

Competências de auxiliares e técnicos de saúde bucal e o vínculo com o Sistema Único de Saúde

  • ristine Maria Warmling
  • Evelise Klein da Rosa
  • Luciane Maria Pezzato
  • Ramona Fernanda Ceriotti Toassi
  • ristine Maria Warmling

    Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Faculdade de Odontologia, Programa Pós-Graduação em Ensino na Saúde, Faculdade de Medicina, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil

    Evelise Klein da Rosa

    Hospital Nossa Senhora da Conceição, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil.

    Luciane Maria Pezzato

    Universidade Federal de São Paulo, Departamento de Saúde, Clínica e Instituições, Santos, São Paulo, Brasil

    Ramona Fernanda Ceriotti Toassi

    Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Faculdade de Odontologia, Programa Pós-Graduação em Ensino na Saúde, Faculdade de Medicina, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil



Resumo

O estudo teve por objetivo descrever o perfil sociodemográfico, de trabalho e formação de auxiliares e técnicos em saúde bucal com atuação no estado do Rio Grande do Sul. Foram analisadas as informações relatadas por 255 auxiliares e técnicos de saúde bucal que participaram do Congresso Rio-Grandense de Odontologia realizado em 2010 e 2012. A pesquisa utilizou-se de um questionário escrito, estruturado e autoaplicável, organizado em três blocos temáticos com as seguintes categorias: identificação (sexo, idade, estado civil, estado/cidade, renda, habilitação, vínculo e inscrição conselho/sindicato), formação (estabelecimento, duração, incentivo/dificuldades de atualização/formação) e processo de trabalho (competências e atribuições profissionais). Os resultados encontrados demonstraram que diferenças no processo de trabalho entre os auxiliares e técnicos de saúde bucal determinadas pelo vínculo de trabalho com o Sistema Único de Saúde estavam concentradas nas atribuições das competências de promoção e prevenção de saúde. Também se verificou que as atribuições das competências de organização do ambiente de trabalho e de atendimento clínico de saúde bucal conferem maior identidade ao trabalho desses profissionais, independentemente do vínculo. O estudo alerta para a sobreposição das competências e atribuições realizadas pelos auxiliares e técnicos de saúde bucal.

Palavras-chave

saúde bucal,
competência profissional,
recursos humanos,
saúde da famíia

Download


Métricas

  • Visualizações - 30

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License. Copyright (c) 2022 Fundação Oswaldo Cruz, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)