A Trabalho, Educação e Saúde (TES) é uma revista científica em acesso aberto, editada pela Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, da Fundação Oswaldo Cruz.

Construção de descritores para o processo de educação permanente em atenção básica

  • Rosita Saupe
  • Luiz Roberto Agea Cutolo
  • Juliana Vieira de Araújo Sandri
  • Rosita Saupe

    Professora-pesquisadora do Programa de Mestrado em Saúde da Universidade do Vale do Itajaí (Univali), Itajaí, Brasil. Doutora em Enfermagem pela Universidade de São Paulo (USP).

    Luiz Roberto Agea Cutolo

    Professor-pesquisador do Programa de Mestrado em Saúde da Universidade do Vale do Itajaí (Univali), Itajaí, Brasil. Doutor em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

    Juliana Vieira de Araújo Sandri

    Professora-pesquisadora do Programa de Mestrado em Saúde da Universidade do Vale do Itajaí (Univali), Itajaí, Brasil. Doutora em Enfermagem pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).



Resumo

Educação permanente e atenção básica fazem parte do sistema de saúde brasileiro desde suas origens. Recentemente estas políticas públicas foram atualizadas, gerando um movimento inovador de construção de conhecimento visando apoiar sua implementação e consolidação. Este estudo, através de uma metodologia quantitativa, procurou evidenciar os principais descritores que devem orientar os processos de educação permanente em atenção básica. O método é originário da Universidade da Carolina do Norte. É desenvolvido em duas etapas. Os dados apresentados neste artigo dizem respeito à primeira etapa, que inclui as seguintes fases: elaboração de um diagrama com todos os componentes a serem avaliados; sua análise por um grupo de especialistas, indicando o que deve ser mantido, retirado ou incluído; avaliação por juízes, utilizando escala Likert de 1 a 5; verificação da concordância entre os juízes. O diagrama foi decomposto em quatro dimensões, procurando responder as seguintes questões: para quem? - audiências ou população alvo; o quê? - módulos de conteúdos e experiências de aprendizagem; para quê? - competências a serem desenvolvidas; e como? - metodologia a ser priorizada. Os resultados evidenciaram a procedência dos descritores propostos e avaliados, constituindo em material que pode contribuir para a tomada de decisão sobre educação permanente em atenção básica.

Palavras-chave

atenção primária à saúde,
educação permanente,
descritores

Download


Métricas

  • Visualizações - 42

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License. Copyright (c) 2022 Fundação Oswaldo Cruz, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)