A Trabalho, Educação e Saúde (TES) é uma revista científica em acesso aberto, editada pela Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, da Fundação Oswaldo Cruz.

Os professores e seus mecanismos de fuga e enfrentamento



Resumo

A partir de exemplos concretos reunidos ao longo de dois anos de estudo sobre a saúde docente, este artigo propõe uma discussão sobre as estratégias que professores constroem para enfrentar as adversidades do cotidiano escolar. Com a utilização dos conceitos de saúde e da psicodinâmica do trabalho, busca-se refletir de que modo os docentes enfrentam adversidades como a não aprendizagem, o comportamento indisciplinado dos alunos, a falta de material didático-pedagógico e o cansaço ou a indisposição para ministrar as aulas. Essas estratégias - denominadas de enfrentamento e de fuga - que seriam, aparentemente, promotoras de aprendizagens, também são atividades que reduzem o desgaste dos professores, o que leva à banalização do processo educacional.

Palavras-chave

saúde,
docência,
estratégia

Download


Métricas

  • Visualizações - 31

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License. Copyright (c) 2022 Fundação Oswaldo Cruz, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.