A Trabalho, Educação e Saúde (TES) é uma revista científica em acesso aberto, editada pela Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, da Fundação Oswaldo Cruz.

O sentido do trabalho para o adolescente trabalhador

  • Catarina Barbosa da Silva Rizzo
  • Edna Maria Querido de Oliveira Chamon
  • Catarina Barbosa da Silva Rizzo

    Psicóloga da Prefeitura Municipal de São Luiz do Paraitinga, São Paulo, Brasil. Mestre em Gestão e Desenvolvimento Regional pela Universidade de Taubaté (Unitau)

    Edna Maria Querido de Oliveira Chamon

    Professora assistente da Universidade de Taubaté (Unitau), São Paulo, Brasil. Doutora em Psychologie pela Université de Toulouse II, França.



Resumo

Este artigo tem como objetivo analisar o significado do trabalho para adolescentes que frequentam uma organização não governamental (ONG), cujo objetivo é oferecer formação técnica profissionalizante e buscar inserção na forma de estágios remunerados para adolescentes carentes. Para apreender o sentido do trabalho, entrevistaram-se trinta adolescentes ligados a essa ONG que estavam trabalhando. Uma análise de conteúdo automatizada, utilizando o software Alceste®, foi aplicada na análise das entrevistas. A análise dos dados indica três categorias de discurso, com aspectos positivos e negativos do trabalho: carreira profissional, na qual o trabalho aparece como uma via para ascensão social; trabalho, lazer e família, na qual o trabalho aparece como meio de prover a si e a família; projeto pessoal, na qual o trabalho aparece associado à responsabilidade e participação social.

Palavras-chave

adolescente,
trabalho,
mercado de trabalho

Download


Métricas

  • Visualizações - 24

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License. Copyright (c) 2022 Fundação Oswaldo Cruz, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio