A Trabalho, Educação e Saúde (TES) é uma revista científica em acesso aberto, editada pela Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, da Fundação Oswaldo Cruz.

Contribuições do movimento de mulheres camponesas para a formação em saúde

  • Vanderléia Laodete Pulga
  • Vanderléia Laodete Pulga

    Grupo Hospitalar Conceição, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil. Doutoranda em Educação com Ênfase na Saúde pela Faculdade de Educação da Uni versidade Federal do Rio Grande do Sul.



Resumo

Este artigo apresenta reflexões com base na experiência e na pesquisa desenvolvida com as mulheres camponesas vinculadas atualmente ao Movimento de Mulheres Camponesas e também na interação com grupos, movimentos, articulações, práticas e coletivos de educação popular em saúde que atuam em todas as regiões do Brasil. Identificamos as bases do contexto e do cotidiano de vida, de resistência e de luta dessas mulheres camponesas, suas interfaces com os processos de saúde-adoecimento, bem como as contribuições político-pedagógicas que emergem nas práticas de cuidado, promoção e educação popular em saúde, próprias desses atores sociais.

Palavras-chave

trabalho em saúde,
educação e movimentos sociais

Download


Métricas

  • Visualizações - 14

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License. Copyright (c) 2022 Fundação Oswaldo Cruz, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio