A Trabalho, Educação e Saúde (TES) é uma revista científica em acesso aberto, editada pela Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, da Fundação Oswaldo Cruz.
Alberto César Araújo/Amazônia Real. Alguns direitos reservados

Curso em saúde mental no contexto da Covid-19 com povos indígenas por meio de ensino remoto

  • Michele Rocha El Kadri
  • Bernardo Dolabella Melo
  • Michele Souza e Souza
  • Debora Silva Noal
  • Fernanda Serpeloni
  • Alessandra Santos Pereira
  • Michele Rocha El Kadri

    Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Leônidas e Maria Deane, Laboratório de História, Política Pública e Saúde na Amazônia, Manaus, Brasil.

    Bernardo Dolabella Melo

    Fundação Oswaldo Cruz, Núcleo de Saúde Mental e Atenção Psicossocial em Desastres e Pandemias, Brasília, Brasil.

    Michele Souza e Souza

    3 Universidade Estácio de Sá; Fundação Oswaldo Cruz, Escola Nacional de Saúde Pública, Rio de Janeiro, Brasil

    Debora Silva Noal

    Fundação Oswaldo Cruz, Núcleo de Saúde Mental e Atenção Psicossocial em Desastres e Pandemias, Brasília, Brasil.

    Fernanda Serpeloni

    Fundação Oswaldo Cruz, Departamento de Estudos sobre Violência e Saúde, Núcleo de Saúde Mental e Atenção Psicossocial em Desastres e Pandemias, Brasília, Brasil.

    Alessandra Santos Pereira

    Universidade Federal do Amazonas; Fundação Oswaldo Cruz, Manaus, Brasil.



Resumo

O enfrentamento à Covid-19 suscitou a necessidade da formação em Saúde Mental para profissionais da saúde, educação, proteção social e lideranças comunitárias que atuam junto aos povos indígenas. Em seus cotidianos, essas comunidades já convivem com questões que impactam a saúde mental e a espiritual, mas o sofrimento psíquico ficou ainda mais evidenciado no contexto pandêmico. O curso ‘Bem viver: Saúde Mental Indígena’, voltado para mitigar o impacto psicossocial da Covid-19 nas populações indígenas da Amazônia brasileira, exigiu estratégias inovadoras ante o desafio de ensino remoto nesse contexto de conectividade limitada e isolamento territorial. Os desenhos pedagógico e operacional do curso priorizaram o diálogo intercultural na elaboração dos conteúdos com uso de diversas ferramentas de ensino para superar barreiras de conectividade e de entendimento da língua portuguesa no formato escrito. Apesar do desafio da produção coletiva e intercultural, dada a diversidade étnica, o curso foi um espaço de produção e trocas entre profissionais de diferentes áreas e lideranças comunitárias, sempre buscando um olhar ampliado sobre as práticas de cuidado, apoio psicossocial e valorizando as formas de atenção à saúde utilizadas pelas comunidades.

Foto: Alberto César Araújo/Amazônia Real. Alguns direitos reservados .

Palavras-chave

saúde indígena,
saúde mental,
Covid-19,
Amazônia

Download


Métricas

  • Visualizações - 255

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License. Copyright (c) 2022 Fundação Oswaldo Cruz, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio