A Trabalho, Educação e Saúde (TES) é uma revista científica em acesso aberto, editada pela Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, da Fundação Oswaldo Cruz.

Sites sobre drogas de abuso: recursos para avaliação

  • Vagner Santos
  • Marcelle Maria Portal
  • Maristela Ferigolo
  • Denise Conceição Mesquita Dantas
  • Helena Maria Tannhauser Barros
  • Carolina Sturm Trindade
  • Vagner Santos

    Terapeuta ocupacional. Consultor do Serviço Nacional de Orientações e Informações sobre a Prevenção ao Uso Indevido de Drogas (VivaVoz). Mestrando do Programa Phoenix EM Dynamics of Health and Welfare pela École des Hautes Études en Sciences Sociale, França

    Marcelle Maria Portal

    Consultor VivaVoz. Acadêmica de medicina da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA), Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasi

    Maristela Ferigolo

    Farmacêutica da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA), Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil. Coordenadora VivaVoz. Doutora em Ciências Médicas pela Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA

    Denise Conceição Mesquita Dantas

    Professora adjunta de Farmacologia do Departamento de Ciências Básicas da Saúde da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA), Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil. Doutora em Fisiologia pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)

    Helena Maria Tannhauser Barros

    Professora titular de Farmacologia do Departamento Ciências Básicas da Saúde da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA), Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil. Coordenadora VivaVoz. Pós-Doutora em Neuropsicofarmacologia pela Tufts University.

    Carolina Sturm Trindade

    Professora assistente do Departamento de Educação e Informação em Saúde da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA), Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil. Mestre em Ciências da Computação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).



Resumo

Os profissionais da saúde devem ser estimulados a adquirir independência própria na busca, seleção e utilização de informações para solução de problemas do dia-a-dia. Além disso, devem ser incentivados a refletir sobre os fatos vividos, visando à reconstrução da trajetória percorrida, dando-lhes um novo significado. Este texto apresenta uma experiência de aprendizagem, vivenciada por estudantes de graduação, durante o processo de avaliação de sites brasileiros sobre drogas de abuso. Mediante a identificação do grande número de informações sobre drogas de abuso e da falta de critérios para sua divulgação na internet, iniciou-se um processo de pesquisa que desencadeou a construção de um protocolo para auxiliar o processo de seleção de sites brasileiros que abordam o tema drogas de abuso.

Palavras-chave

internet,
informática em saúde,
drogas de abuso

Download


Métricas

  • Visualizações - 25

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License. Copyright (c) 2022 Fundação Oswaldo Cruz, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.