A Trabalho, Educação e Saúde (TES) é uma revista científica em acesso aberto, editada pela Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, da Fundação Oswaldo Cruz.

Saberes e práticas fitoterápicas de médicos na estratégia saúde da família

  • Danielle Sousa Silva Varela
  • Dulcian Medeiros de Azevedo
  • Danielle Sousa Silva Varela

    Universidade Federal do Piauí, Teresina, Piauí, Brasil. Mestranda do Programa de PósGraduação em Enfermagem da Universidade Federal do Piauí.

    Dulcian Medeiros de Azevedo

    Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, Caicó, Rio Grande do Norte, Brasil. Doutorando em Ciências da Saúde pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte.



Resumo

Este artigo analisa o conhecimento e o emprego de fitoterápicos por médicos na Estratégia Saúde da Família de Caicó, Rio Grande do Norte. Tratase de pesquisa descritiva com abordagem qualitativa desenvolvida com nove médicos, em janeiro e fevereiro de 2011, na qual se utilizaram entrevistas semiestruturadas. Os dados foram submetidos à análise temática de conteúdo: perfil dos entrevistados; conhecimento dos médicos sobre fitoterápicos; e emprego de fitoterápicos por médicos. A maioria dos entrevistados (77%) referiu conhecer fitoterápicos e recomendálos aos usuários da Estratégia, no entanto, o saber sobre essa temática era limitado. Foram mencionados 16 fitoterápicos, com maior índice de aplicabilidade para o Ansiopax e o Calman, indicados para problemas de ansiedade e insônia. Evidenciaram-se a importância da abordagem de práticas integrativas e complementares nos cursos de graduação da área da saúde e a necessidade de investimento na formação de recursos humanos, com a oferta de educação permanente em saúde e a garantia de um suporte básico (físico e estrutural) para implantação, manutenção e consolidação da Política Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos.

Palavras-chave

medicamentos fitoterápicos,
medicina comunitária,
formação de recursos humanos,
Programa Saúde da Família

Download


Métricas

  • Visualizações - 33

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License. Copyright (c) 2022 Fundação Oswaldo Cruz, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio