A Trabalho, Educação e Saúde (TES) é uma revista científica em acesso aberto, editada pela Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, da Fundação Oswaldo Cruz.

Uso de metodologias ativas na formação técnica do agente comunitário de saúde

  • Ivanilda Lacerda Pedrosa
  • Gildeci Alves de Lira
  • Bernadete de Oliveira
  • Maria do Socorro Moura Lins Silva
  • Maria Betânea dos Santos
  • Eliete Alves da Silva
  • Djacyr Magna Cabral Freire
  • Ivanilda Lacerda Pedrosa

    Coordenadora-geral do projeto de Formação Técnica de Agentes Comunitários de Saúde da Escola Técnica de Saúde da Universidade Federal da Paraíba (ETS/UFPB), João Pessoa, Paraíba, Brasil. Doutoranda em Gerontologia Biomédica pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC/RS)

    Gildeci Alves de Lira

    Coordenadora pedagógica do projeto de Formação Técnica de Agentes Comunitários de Saúde da Escola Técnica de Saúde da Universidade Federal da Paraíba (ETS/UFPB), João Pessoa, Paraíba, Brasil. Doutoranda em Gerontologia Biomédica pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC/RS).

    Bernadete de Oliveira

    Coordenadora pedagógica do projeto de Formação Técnica de Agentes Comunitários de Saúde da Escola Técnica de Saúde da Universidade Federal da Paraíba (ETS/UFPB), João Pessoa, Paraíba, Brasil. Mestre em Ciências pela Fundação Oswaldo Cruz.

    Maria do Socorro Moura Lins Silva

    Professora da Escola Técnica de Saúde da Universidade Federal da Paraíba (ETS/UFPB), João Pessoa, Paraíba, Brasil. Doutoranda em Gerontologia Biomédica pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC/RS).

    Maria Betânea dos Santos

    Professora da Escola Técnica de Saúde da Universidade Federal da Paraíba (ETS/UFPB), João Pessoa, Paraíba, Brasil. Doutoranda em Gerontologia Biomédica pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC/RS

    Eliete Alves da Silva

    Professora da Escola Técnica de Saúde da Universidade Federal da Paraíba (ETS/UFPB), João Pessoa, Paraíba, Brasil. Mestre em Enfermagem em Saúde Pública pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB)

    Djacyr Magna Cabral Freire

    Professora da Escola Técnica de Saúde da Universidade Federal da Paraíba (ETS/UFPB), João Pessoa, Paraíba, Brasil. Doutora em Tocoginecologia pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).



Resumo

O objetivo deste relato é sistematizar a experiência com metodologias ativas dentro da formação técnica do agente comunitário de saúde da Escola Técnica de Saúde da Universidade Federal da Paraíba. O curso está organizado em etapas, tendo sido concluída a primeira, cujo propósito foi o de contribuir para a construção da identidade dos agentes comunitários de saúde. A aplicação de metodologias ativas leva o discente a refletir sobre o seu processo de trabalho e a transformar a sua realidade, beneficiando-a, tendo em vista que desperta nele o senso crítico e a busca de mudanças em sua relação consigo mesmo, com o usuário e com a comunidade em geral. Os resultados foram positivos, inclusive no que diz respeito ao fortalecimento do uso de metodologias ativas no processo ensino-aprendizagem da escola formadora.

Palavras-chave

agente comunitário de saúde,
formação técnica,
metodologia ativa

Download


Métricas

  • Visualizações - 45

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License. Copyright (c) 2022 Fundação Oswaldo Cruz, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio