A Trabalho, Educação e Saúde (TES) é uma revista científica em acesso aberto, editada pela Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, da Fundação Oswaldo Cruz.

Contexto hospitalar público e privado: impacto no adoecimento mental de trabalhadores da saúde

  • Anelise Schaurich dos Santos
  • Janine Kieling Monteiro
  • Alitéia Santiago Dilélio
  • Gênesis Marimar Rodrigues Sobrosa
  • Sílvia Batista Von Borowski
  • Anelise Schaurich dos Santos

    Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Programa de Pós-Graduação em Psicologia, São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil.

    Janine Kieling Monteiro

    Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Programa de Pós-Graduação em Psicologia, São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil.

    Alitéia Santiago Dilélio

    Universidade Federal de Pelotas, Faculdade de Enfermagem, Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil.

    Gênesis Marimar Rodrigues Sobrosa

    Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Programa de Pós-Graduação em Psicologia, São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil.

    Sílvia Batista Von Borowski

    Faculdades Escola Superior de Criciúma, Curso de Psicologia, Criciúma, Santa Catarina, Brasil.



Resumo

O estudo teve por objetivo comparar a avaliação do contexto de trabalho e os índices de uso de álcool, depressão e síndrome de burnout entre trabalhadores da saúde provenientes de um hospital público e de um hospital privado da região metropolitana de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, entre janeiro de 2009 e janeiro de 2010. Tratou-se de pesquisa quantitativa do tipo descritiva e comparativa. Participaram 182 trabalhadores da saúde, 92 provenientes do hospital público e noventa do hospital privado. Os participantes responderam individualmente a cinco instrumentos: questionário sociodemográfico e laboral, teste de identificação para transtornos por uso de álcool, inventário Beck de depressão, Maslach Burnout Inventory e escala de avaliação do contexto do trabalho. Os dados foram analisados por meio de estatísticas descritivas e teste t-Student para comparação de médias entre os grupos dos dois tipos de hospitais. Os resultados indicaram que o contexto de trabalho foi avaliado de forma significativamente mais negativa pelos trabalhadores do hospital público. Os dados também demonstraram índices mais elevados de adoecimento nos profissionais que atuavam nesse tipo de instituição. Concluiu-se que o adoecimento psíquico dos trabalhadores da saúde relaciona-se mais ao tipo de contexto de trabalho (público ou privado) do que à categoria profissional.

Palavras-chave

trabalhador da saúde,
saúde do traalhador,
instituição hospitalar,
setor privado,
setor público

Download


Métricas

  • Visualizações - 158

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License. Copyright (c) 2022 Fundação Oswaldo Cruz, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio